Nenhum comentário

Aplicativo Coronavírus-SUS vai alertar se usuários tiveram contato próximo com pacientes de Covid-19

A funcionalidade está sendo lançada para o já existente aplicativo Coronavírus-SUS, do Ministério da Saúde. Agora, o software vai emitir notificações, pelo celular, em até 24 horas, sobre pessoas que testaram positivo para Covid-19 e estiveram próximas a você nos últimos 14 dias. O resultado é possível por meio da “API Exposure Notification”, tecnologia alcançada pela parceria entre Ministério da Saúde, Google e Apple.

O Sistema de Notificações de Exposição, como vem sido chamado pelo órgão, não vai, no entanto, expor a identidade dos usuários, como nome e localização. O objetivo é gerar um alerta para pessoas próximas, para que elas tenham atenção aos sintomas da doença ou até mesmo possam realizar exame confirmatório, enquanto garante o máximo de segurança e privacidade.

Tecnologia na prática

Para que o sistema funcione, é necessário que os usuários que tenham o aplicativo oficial Coronavirus-SUS instalado habilitem a função de notificação de exposição. A outra etapa necessária é que o cidadão que obteve resultado positivo para Covid-19 disponibilize no aplicativo, de forma voluntária, a validação do seu exame (PCR ou sorológico) positivo para a doença.

Com esses dois requisitos cumpridos, a plataforma então vai buscar dispositivos de outras pessoas que têm o aplicativo instalado e estiveram a uma distância de 1,5 a 2 metros e por um tempo mínimo de cinco minutos para enviar a notificação.

Para evitar informações falsas, o Ministério da Saúde também realizará cruzamento de informações, entre os exame informados e os registros integrados da própria pasta, como da plataforma de vigilância (e-SUS Notifica) e da Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

O aplicativo Coronavírus-SUS já foi instalado em mais de 10 milhões de dispositivos móveis no Brasil. Acesse a nova funcionalidade e várias outras nas versões para Android (Google) e IOS (Apple), disponíveis nas lojas de aplicativos dos aparelhos.

Saiba mais sobre a ferramenta no site do Ministério da Saúde.