Nenhum comentário

CARTA ABERTA AOS (ÀS) CANDIDATOS (AS) A CARGOS PÚBLICOS NAS ELEIÇÕES DE 2018

Na atualidade, temos uma nova dinâmica de relacionamento entre Estado e sociedade. Esta, antes mera espectadora, agora se coloca como protagonista. Sob esta perspectiva, o Conselho Regional de Nutricionistas da 9 Região – Minas Gerais (CRN9), sabedor de seu papel primordial nesse cenário, se coloca na obrigação de lutar e exigir questões concernentes ao Direito Humano à Alimentação Adequada – DHAA, que efetivamente atingem todas as pessoas. Conhecer e ter acesso a uma alimentação saudável é item fundamental ao bom exercício da cidadania. Na concepção de que os direitos humanos são indivisíveis, cuidar da saúde é cuidar da pessoa em seu todo.

Em um país que possui plenas condições de ofertar, de modo sustentável e responsável uma alimentação adequada, saudável e acessível a todos, se coloca inaceitável práticas que não respeitam a diversidade alimentar existente no território brasileiro, utilizando recursos nocivos ao ciclo produtivo. As práticas que usam e abusam de agrotóxicos e sementes transgênicas devem ser desestimuladas, dando lugar à produção agroecológica e sustentável que fomente a autonomia dos pequenos produtores em especial a agricultura familiar e, consequentemente, a soberania alimentar nacional.

Para que isso se torne cada vez mais eficaz, visando a proteção da saúde do indivíduo, é essencial garantir a participação de nutricionistas devidamente respaldados pelo Sistema CFN/CRN em Conselhos tanto de Segurança Alimentar bem como de Saúde. Mais que isso, é fundamental ampliar a presença destes profissionais em instâncias políticas que envolvam discussões sobre saúde e qualidade de vida.

Além disso, o reconhecimento das atribuições do nutricionista se faz fundamental nessa construção. É imprescindível combater sistematicamente o exercício ilegal da profissão, com a finalidade de proteger a população de ações em temas relacionados à alimentação e à Nutrição, realizadas por leigos sem respaldo técnico-científico, reforçando que a prescrição dietética é atividade privativa do nutricionista. É indiscutível que o nutricionista é essencial em quaisquer áreas da Saúde, tais como, Oncologia, Funcional, Fitoterapia, Cardiologia, Pediatria, Comportamental, Geriatria, Gestão de Pessoal, Marketing, Estética e Gestão em Políticas Públicas.

Desse modo, enquanto órgão que zela pelo exercício profissional adequado do nutricionista em defesa da sociedade, o CRN-9 enfatiza a relevância dos dizeres acima e reitera a necessidade da inclusão de conteúdos sobre o Direito Humano à Alimentação Adequada – DHAA nas pautas e planos dos candidatos(as) a cargos públicos nas eleições em 2018.

CRN-9

Gestão Unir para Avançar