Nenhum comentário

Dia Mundial do Diabetes alerta população sobre aumento do diagnóstico da doença

De acordo com informações de estudos feitos pela Federação Internacional de Diabetes (IDF), 415 milhões de pessoas no mundo possuem diabetes. Até 2040, a projeção feita é que o número de pessoas com a doença caracterizada pelo aumento da glicose no sangue aumente para 642 milhões.

Os dados indicam que um a cada 11 adultos tem a doença e o Brasil é o quarto país com o maior número de diagnósticos: 14,3 milhões. China, Índia e Estados Unidos lideram o ranking com 109 milhões, 69 milhões e 29 milhões, respectivamente.

Para a nutricionista e mestre em educação em diabetes, Marina Moreno Wardi, além dos fatores genéticos, a alimentação inadequada também é uma das causas para a elevação do número de pessoas com a doença. “Mesmo com a melhoria da qualidade de vida e algumas alterações nos hábitos alimentares dos brasileiros, observamos ainda um consumo alto de alimentos refinados e bebidas processadas adicionadas de açúcar. É como se fosse uma pirâmide invertida, pois o que deveria estar na base, como frutas e verduras, é transferido para o topo, enquanto proteínas, gordura e doces são ingeridos excessivamente”, ressalta Marina, que também é diretora do Conselho Regional de Nutricionistas da 9ª Região (CRN9).

Mudanças de hábitos

Uma alimentação equilibrada é fundamental para o controle do diabetes. Além de horários regulares para realizar as refeições, a pessoa com a doença deve consumir frutas, verduras, alimentos integrais e cereais ricos em fibras, tendo em vista que estes componentes são importantes para a resposta glicêmica.

A aceitação do diabetes é um fator que contribui para o tratamento. “Ao entender o diagnóstico, a pessoa perceberá que a sua alimentação poderá ser a mesma de um indivíduo saudável. A partir daí, começa a quebrar tabus, a desmistificar conceitos e percebe que não precisa ter medo quando cuida da saúde. Além do acompanhamento, medicamentos e de se alimentar bem, atividade física é primordial. Esse olhar multiprofissional faz a diferença, pois reduz as chances de futuras complicações”, enfatiza Marina.

Dia Mundial do Diabetes 

Criada em 1991 pela IDF em parceria com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a data busca conscientizar a população sobre o aumento do número de pessoas com diabetes no mundo.

O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar a data de nascimento do médico canadense Frederick Banting, um dos descobridores da insulina, juntamente com Charles Best. Em 2017, o tema da campanha é “Mulheres e Diabetes: nosso direito a um futuro saudável”.