Nenhum comentário

O poder da Nutrição na Segurança do Trabalho

Você já ouviu falar sobre a importância do trabalho do nutricionista  contribuindo para a segurança no trabalho? O que pode parecer estranho inicialmente, funciona muito bem para a profissional Carla Castro. Trabalhando há 8 anos em uma empresa de saúde que presta serviços a uma grande indústria do ramo de metais, ela e seus colegas de profissão fazem parte de um sistema que ajuda a promover a saúde e a segurança do trabalhador no desenvolvimento de suas atividades.

O trabalho de Carla Castro como nutricionista influencia diretamente nos índices de Segurança do Trabalho da indústria de metais onde atua

Saúde e Segurança e Medicina do Trabalho

Mesmo prestando serviço para um empreendimento com milhares de funcionários, Carla vê  a saúde do trabalhador como elemento essencial para o funcionamento da empresa. Esta é uma das premissas do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), sistema que reúne informações e busca executar ações para melhoria da Saúde e Segurança e Medicina do Trabalho e ferramenta na qual a nutricionista está inserida.

Logo no processo de admissão dos funcionários são realizados vários exames. Esses dados vão fornecer informações para que o empregado seja classificado em um perfil de saúde chamado Índice de Qualidade de Vida (IQV), o que guiará a realização de orientações e acompanhamentos específicos para cada funcionário durante toda a sua trajetória na empresa. Dentre essas ações está a avaliação nutricional.

Além disso, também são realizadas atividades com foco na educação e prevenção de doenças, como campanhas, palestras temática, inclusive no treinamento introdutório dos admitidos, visitas às áreas onde os funcionários se alimentam, acompanhamento nutricional para tratamento da obesidade, controle da dislipidemia, da diabetes e da hipertensão. Também são realizadas atividades como a avaliação do cardápio fornecido pelo restaurante da empresa e a fiscalização do mesmo.

Além do acompanhamento nutricional, ações educativas e preventivas fazem parte do escopo de trabalho de Carla

Outra atividade realizada por Carla, em conjunto com a Medicina do Trabalho, é a coordenação o projeto Academia da Usina. Nesse projeto, a empresa mantém convênio com algumas academias da cidade. O empregado, então, passa pelo nutricionista, recebe um cartão do projeto e pode escolher entre as academias conveniadas para se matricular. O funcionário recebe acompanhamento nutricional, além de ter parte da mensalidade da academia paga pela empresa e em contrapartida, ele deve frequentar a academia pelo menos 10 vezes no mês.

Carla conta que o resultado tem sido muito favorável: “O número de funcionários que controlam a dislipidemia, reduzem o peso e buscam uma alimentação mais saudável e a prática de atividade física, aumentam a cada dia. O número de funcionários com baixo risco de saúde, que apresentam IQV em nível 0 e 1, cresceu quase 10% em 6 anos e hoje já passa dos 95% de todos os funcionários. Isso para mim é muito gratificante, pois mostra que o meu trabalho e da equipe da Medicina do Trabalho está refletindo diretamente na melhoria da qualidade de vida de um grupo de funcionários”.

Nutricionista: do hospital para dentro de uma usina

Antes de trabalhar nessa empresa e ser alocada para a indústria de metais onde atua, Carla trabalhou na área hospitalar por 16 anos. O novo desafio surgiu quando a nutricionista, em busca da melhoria de sua qualidade de vida foi morar no interior e decidiu também mudar o foco profissional, se voltando para a nutrição clínica e medicina preventiva.

Carla Castro fala como essa mudança pessoal e de ambiente de trabalho a impactou profissionalmente: “Quando falo que trabalho na Medicina do Trabalho de uma siderúrgica várias pessoas acham estranho, totalmente diferente. Imagina um nutricionista, que tem como parte do uniforme um capacete, botina e  óculos de proteção! É muito bom ver que uma empresa acredita na importância do profissional de Nutrição, na manutenção e melhoria da saúde de seus funcionários, a ponto de ter o nutricionista atuando dentro da empresa.”

Mesmo atuando como nutricionista, Carla está habituada a usar todos os equipamentos próprios da usina

Nutrição e segurança do trabalho: tudo a ver

O trabalho do nutricionista está diretamente ligado à promoção de uma melhor saúde e da qualidade de vida para o indivíduo. Carla garante que a Nutrição tem tudo a ver com a atuação dos funcionários em uma indústria de metais: “Algumas atividades críticas como trabalho em altura e em espaço confinado são mais seguras quando o funcionário está com peso adequado, pressão arterial controlada, glicemia normal e alimentação equilibrada. Trabalhos com estes diferentes tipos de exposição são muito mais seguros quando há acompanhamento nutricional para uma adequação de hidratação e de nutrientes”.

Carla Castro considera que o trabalho do nutricionista tem potencial para ser ainda mais ampliado em relação à segurança do trabalho: “O atendimento nutricional tem grande influência nesta área. Um funcionário mais saudável, executa suas tarefas de uma forma mais segura, com menos esforço, além de diminuir o índice de absenteísmo na empresa e, por conseguinte, tem uma produtividade melhor. Com certeza, é mais uma área de atuação para a categoria e fico orgulhosa em saber que posso ser referência nesta nova atuação.”