Acesso à informação Acesso à informação Atendimento on-line A
grafismo

Participantes avaliam como “ótimo” o 6º e último evento do “Ciclo de Palestras: + Comida de Verdade”

A noite da quinta-feira, 18, foi um marco para o CRN-9: a finalização do “Ciclo de Palestras: + Comida de Verdade na Escola”, realizado ao longo de todo este ano com a abordagem de diversas temáticas importantes sobre a alimentação escolar.

O Ciclo de Palestras fez parte do projeto “Comida de Verdade na Escola: a importância da Nutrição e da Agricultura Familiar no PNAE”, realizado pela Câmara Técnica de Saúde Coletiva do Conselho. 

Mas o projeto ainda não acabou! Estão programadas novas atividades para 2022, as quais serão amplamente divulgadas em todos os canais de comunicação do CRN-9.

Controle social, participação da comunidade e o desenvolvimento sustentável em Minas Gerais

O tema acima foi o abordado pelas especialistas da área no último evento, que contou com a participação de mais de cem espectadores.

Raphaela Mendes, agente extensionista do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) pelo CECANE IFSULDEMINAS, realizou a palestra “Controle Social do PNAE: Atuação dos Conselhos de Alimentação Escolar nos Municípios de Minas Gerais”. Ela iniciou sua fala ressaltando que o controle social é uma conquista da luta de muitos anos dos movimentos sociais. Este processo de democratização culminou na Constituição de 1988, que garante a participação de organizações da sociedade na formulação e controle das políticas públicas.

A profissional informou que, assim, materializaram-se os Conselhos, instâncias de negociação e pactuação das propostas institucionais e das demandas da sociedade. Em relação ao PNAE, especificamente, Raphaela contou que a descentralização do mesmo ocorreu a partir de 1994, passando os recursos federais a serem enviados diretamente para as entidades executoras. Para fazer o controle disto, foi criado o Conselho de Alimentação Escolar (CAE), colegiado fiscalizador e assessorador da execução da alimentação escolar, no qual a sociedade civil tem cadeira garantida.

A atuação do CAE em Minas Gerais, com seus desafios e potencialidades, também foi abordada na palestra.

Agricultura Familiar e o PNAE, um olhar para a alimentação escolar

A Coordenadora Técnica Estadual de Organização e Mercado da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado Minas Gerais (Emater), Ana Luiza Resende Oliveira, apresentou importantes informações sobre a relação da oferta da alimentação escolar, enquanto política pública, e a agricultura familiar. Ela discorreu sobre os avanços significativos com a instituição da Lei 11.947/2009, sobretudo no que diz respeito à alimentação saudável. Destaca-se a obrigatoriedade da aplicação mínima de 30% dos recursos na compra de alimentos da agricultura familiar, evidenciando um maior acesso a alimentos in natura e a redução da oferta dos industrializados.

Ana Luiza continuou sua apresentação elencando as razões pelas quais o PNAE contribui diretamente com o desenvolvimento dos municípios. A agrônoma tratou, ainda, dos aspectos positivos da alimentação escolar como uma política pública que engloba a agricultura familiar; e dos desafios e dificuldades enfrentados pelas entidades executoras.

Povos indígenas e o Programa Nacional de Alimentação Escolar: contribuições e desafios

A última palestra da noite ficou a cargo da nutricionista Anabele Pires, que atua há 14 anos com saúde indígena. A profissional abordou o contexto alimentar e nutricional dos povos indígenas e todas as suas dificuldades, a contribuição dos mesmos para a alimentação saudável e adequada nas escolas, e o papel do nutricionista em terras indígenas.

Por fim, Anabele tratou dos caminhos possíveis para uma relação mais adequada com estes povos e seus alimentos, assim como os benefícios que ela pode proporcionar para todos os envolvidos.

Público

Ao final do evento, a moderadora Vanessa Ferreira, professora das Universidades Federal de Minas Gerais (UFMG) e dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM), transferiu às palestrantes as perguntas realizadas pelo público presente. Assim, o evento foi finalizado de maneira extremamente positiva. 

Confira a íntegra das palestras clicando AQUI! Aproveite e dê seu like e compartilhe!

Gostou? Compartilhe nas suas redes!

[addtoany]

Uma resposta para “Participantes avaliam como “ótimo” o 6º e último evento do “Ciclo de Palestras: + Comida de Verdade””

  1. Solange Silva disse:

    Foi maravilhoso……aprendi muito ……parabéns a toda equipe do evento 🙏🙏🙏

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Relacionados

CRN-9 é signatário do manifesto nacional dos con

22/06/2021

O CRN-9 é signatário do manifesto nacional dos conselhos das profissões regulamentadas sobre a PEC 108/2019. Em

Ler mais

Pesquisa mostra como os livros de receitas guardam

31/01/2022

Para facilitar a transmissão das descobertas culinárias de geração em geração, surgiram os livros de receitas, a

Ler mais

Chegou a vez das regiões do Campo das Vertentes e

05/07/2021

Nutricionista e estudante das Regiões do Campo das Vertentes e Zona da Mata, faça sua inscrição no

Ler mais

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS VÁLIDOS:

• DESEMPREGO: Termo de rescisão de contrato onde conste a informação do desligamento do cargo/função. Cópias simples da Carteira de Trabalho (CTPS) que comprove desemprego: todas as páginas da carteira, desde a folha de identificação (foto), incluindo as páginas seguintes, mesmo em branco e todos os contratos de trabalho registrados, até a primeira página em branco após o último registro de emprego (não pular páginas) ou Publicação no Diário Oficial do desligamento da função.

• ATUAÇÃO EM OUTRA PROFISSÃO: Declaração da empresa empregadora contendo descrição do cargo ocupado pelo empregado; ou Cópia da carteira de trabalho ou contrato de trabalho; ou página do Diário Oficial contendo nomeação em cargo público; entre outros, conforme a situação específica; proprietário ou sócio de empresa, apresentar a cópia do comprovante de Inscrição e de Situação Cadastral com o ramo de atividade ou documento similar;

• APOSENTADORIA: Comprovante de aposentadoria ou Publicação no Diário Oficial;

• MUDANÇA PARA O EXTERIOR: Passaporte/Visto ou comprovante de endereço no nome do solicitante;

• PÓS-GRADUAÇÃO: Comprovante de matrícula da pós-graduação e declaração com a descrição das atividades desempenhadas, assinada eletronicamente pelo orientador ou com carimbo da instituição;

• OUTROS: Qualquer outro documento que comprove que não está exercendo a profissão de nutricionista.